/ Vida e Poesia: Ode ao vinho Seja bem-vindo!

Vida e Poesia

As emoções acumulam-se, entreolham-se...e os loucos e desenfreados pensamentos chocam-se: nascem idéias que traduzem um pouco da minha essência poética que, com muito gosto, socializo com aqueles que apreciam ler escritos da alma.

quarta-feira, julho 07, 2010

Ode ao vinho



Seja ele branco, rosé , ou tinto,
ao degustá-lo, o faço com prazer,
entorpece minhas ausências, sinto
libertar-me desse louco sofrer.

A taça de cabernet sauvignon,
canção ecoa em peito tão doído,
nos acordes de um bandoneón
embriagam meu coração sofrido.

O vinho é, pois, mágica bebida
que degusto, sim, pelas madrugadas,
afugentado dores de minh’alma.

Nesta ode ao vinho, um brinde à vida!
Apraz-me o seco, uvas maceradas,
d’um bouquet saboroso que me acalma
.

Copyright © 2010 by Lou Correia
All rights reserved.

1 Comments:

Blogger A Arte Dos Livres Pensadores said...

Que esta "ode ao vinho"...traga-lhe o verdadeiro amor dos deuses!

Beijos encantados...

Nirma Regina

sexta-feira, agosto 27, 2010 3:37:00 PM  

Postar um comentário

<< Home